Noticias

Reunião da INTERLEGAL, Presidida por J.P. Menezes Falcão, Sócio da ACE - Sociedade de Advogados, Debate Brexit ACE - Sociedade de Advogados apoia IPSS Ares do Pinhal Advocacia deve centrar-se em serviços de alto valor acrescentado Interlegal tem novo presidente português, com poder reforçado ACE - Sociedade de Advogados marca presença no Marketplace Gonçalo Vaz Osório comenta sentença BPN na TVI 24 J.P. Menezes Falcão, Sócio da ACE - Sociedade de Advogados, eleito Presidente da INTERLEGAL ACE adere ao Compromisso Pagamento Pontual a Fornecedores J.P. Menezes Falcão, abriu a Conferência Internacional de Direito Fiscal, em Moscovo ACE presente na Conferência "Veículos eléctricos: aposta segura e sustentável" ACE presente no 9º Encontro da ASAP J.P. Menezes Falcão, sócio da ACE, coordena reunião internacional de advogados especialistas da Interlegal Equipa de Consultores reforçada Seminário sobre Arrendamento Urbano e Reabilitação Urbana Alvim Cortes, Esperança, Vaz Osório, J. P. Menezes Falcão - Sociedade de Advogados, RL Interlegal, rede internacional de advogados

ACE - Sociedade de Advogados apoia IPSS Ares do Pinhal


A ACE - Sociedade de Advogados é composta por uma equipa de profissionais com conhecimento técnico e científico em diversas áreas, permitindo-lhe prestar apoio integrado em matéria jurídica.

A ACE - Sociedade de Advogados, no âmbito da sua política de responsabilidade social, acaba de iniciar a prestação de apoio jurídico pro bono a instituições de solidariedade social, que desenvolvam acções relevantes nas áreas social, cultural ou educacional.
Neste sentido, a ACE celebrou o primeiro protocolo de assessoria jurídica pro bono com a IPSS Ares do Pinhal – Associação para a Inclusão Social –, o qual inclui a prestação de serviços em áreas tão diversas como o direito do trabalho, legalização de imigrantes, direito da família e sucessões.

Segundo Gonçalo Vaz Osório, sócio da ACE, "com este pequeno contributo, pretendemos garantir a mais pessoas e instituições de solidariedade social em situação desfavorecida, o acesso ao Direito e aos Tribunais, apoiando por esta via a melhoria da qualidade de vida destas e das comunidades em que se inserem.”
A IPSS Ares do Pinhal foi criada há 30 anos, tendo iniciado as suas actividades com uma Comunidade Terapêutica para toxicodependentes, em Aldeia de Eiras (Mação). Desde então, criou mais duas Comunidades Terapêuticas - uma em Chão de Lopes Pequeno (Mação) e outra na Rinchoa (Sintra) – e um Apartamento de Reinserção em Caxias (Oeiras). Em parceria com o então Centro das Taipas e com a Câmara Municipal de Lisboa, ajudou também a criar a Escola Profissional de Animadores Sócio-culturais, em Lisboa.